terça-feira, 10 de março de 2009


Sou uma filha da natureza:
Quero pegar, sentir, tocar, ser..
E tudo isso já faz parte de um todo,
de um mistério.
Sou uma só... Sou um ser..
E deixo que você seja.
Isso lhe assusta?
- Creio que sim.
Mas vale a pena.
- Mesmo que doa?
Dói só no começo."

Clarice Lispector

4 comentários:

Luiz Caio disse...

Oi Naila!

Muito bonito este poema da Clarice Lispector... Ótima escolha!

TENHA UMA ÓTIMA NOITE!

BEIJOS.

Celamar Maione disse...

Nailaaaaaaa......
Atualizou!
Gosto do poema de Clarice.
Você tem bom gosto, amiga.
Bjs

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver

(Vinícius De Moraes/tom Jobim)

Desejo a voce um resto de semana maravilhoso
Abraços. Eduardo Poisl

Déia Tariga disse...

Oi Naila!!!!


Tudo bem com vc???

Bonito o poema!!

Bjs!